Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2017

Em franca decadência, "Espiritismo" se alia ao decadente João Dória e revela sua face golpista

(autor: Kardec McGuiver)
Para muitos, o "espiritismo" brasileiro é uma doutrina progressista. Esquerdistas ingênuos ainda abraçam a doutrina deturpada por Chico Xavier sem saber o que está por trás dos bastidores da mesma. O "Espiritismo" brasileiro sempre foi direitista desde que nasceu e cada vez mais se assume nesta posição, negando Kardec e Leon Denis, que assumiram sua simpatia a ideais políticos de esquerda que, do contrário da direita, apoiam o verdadeiro altruísmo.
O altruísmo da direita é feito apenas para preservar a imagem da mesma, que defende uma ideologia gananciosa e não raramente sádica, mas precisa forjar a imagem de bondade para atrair confiança e simpatia de quem pode beneficiá-la. 
Mas como a direita reprova o fim da sociedade de classes e não quer mexer nos privilégios dos mais ricos, optou por uma forma de altruísmo que fosse apenas paliativa, que não tirasse os pobres da condição humilhante em que se encontram, mas serve como meio de suporta…

Um grave equívoco numa frase de Chico Xavier

(Autor: Professor Caviar)
Pretenso sábio, o "médium" Francisco Cândido Xavier é uma das figuras mais blindadas do "espiritismo" brasileiro a ponto de até seus críticos terem medo de questioná-lo de maneira mais enérgica e aprofundada.
Ele foi dado a dizer frases de efeito a partir dos anos 1970, quando seu mito de pretenso filantropo ganhou uma abordagem menos confusa que a de seu antigo tutor institucional, o ex-presidente da FEB, Antônio Wantuil de Freitas. Nessa nova abordagem, feita sob o respaldo da Rede Globo, Chico Xavier era trabalhado como ídolo religioso nos moldes que o jornalista católico inglês Malcolm Muggeridge havia feito no documentário Algo Bonito para Deus (Something Beautiful for God), em relação a Madre Teresa de Calcutá.
Para um público simplório que é o brasileiro, que anda com mania de pretensa "sabedoria de bolso", colecionando frases de diversas personalidades, umas admiráveis e outras nem tanto, sem que tivesse um hábito de lei…

Chico Xavier avacalhou com a literatura brasileira

(Por Eleutério Andrade, via e-mail)
Quero aqui manifestar meu repúdio total à figura do há muito falecido Francisco Cândido Xavier, popularmente conhecido por Chico Xavier, pelo desserviço que ele fez à literatura brasileira.
Vendo que os livros originais do admirável Humberto de Campos não estão mais em catálogo, o que circula hoje nas livrarias é uma farsa literária, montada por Chico, seu tutor institucional e então presidente da FEB, Antônio Wantuil de Freitas e escritores e consultores literários a serviço da referida federação que se diz "espírita".
Usurpador dos mortos, Chico Xavier, hoje tido como "santo", pretensa unanimidade que têm até as bênçãos da manipuladora Rede Globo, se deixou valer pela apropriação sensacionalista de saudosos escritores e poetas do passado, forjando poemas "espirituais" que mais soam paródias dos poemas que os autores de outros tempos, só apresentando semelhanças nesse sentido, mas também apresentando diferenças que de…

Redutos das notícias falsas e do cyberbullying, as redes sociais evocam "espiritismo" igrejista

(Autor: Professor Caviar)
Quer entrar nas redes sociais para entender o que é a Doutrina Espírita, melhor passar longe do endereço da página "Espiritismo no Brasil", comunidade supostamente dedicada à doutrina no Facebook.
O conteúdo da mensagem se limita a publicar memes (arquivos de imagens que trazem mensagens diversas) que mostram o profundo igrejismo do "espiritismo" brasileiro, com mensagens "emocionais" e "positivas" que podem agradar os menos avisados, mas soam enjoativas para quem é mais informado e esclarecido das coisas.
Afinal, a comunidade é a consagração da "fase dúbia" do "movimento espírita", um grande engodo no qual misturam mensageiros coerentes como Allan Kardec e Jesus de Nazaré com deturpadores de carreira como Francisco Cândido Xavier e outros. O conteúdo igrejeiro é tão explícito e gosmento que há espaço até para Madre Teresa de Calcutá, a católica adotada pelos "espíritas".
A comunidade em n…

A retratação ao "espiritismo" brasileiro remete à conversão dos hereges na Idade Média

(Autor: Professor Caviar)
A deturpação do Espiritismo no Brasil mostra casos de muita complacência e de aparentes remorsos dos questionadores da catolicização da Doutrina Espírita, sobretudo através da rendição à suposta superioridade moral dos "médiuns espíritas", considerados os sacerdotes da doutrina brasileira, feitos à semelhança dos sacerdotes católicos medievais.
A rendição, em 1957, de Humberto de Campos Filho que, mediante armadilhas discursivas como o "bombardeio de amor" - recurso falacioso usado pelo "médium" Francisco Cândido Xavier ao abraçar seu antigo processador, num assédio moral de cunho religioso - , se assemelha às antigas conversões que os hereges eram obrigados a fazer movidos pela retórica pretensamente amorosa de sacerdotes católicos.
Os contextos mudam. Não há a tortura física, e os "sacerdotes" não adotam o tom ameaçador nem estão associados à imagem de severidade que se tinha outrora. Mesmo assim, a técnica continua …

Por que não há motivo para o "espiritismo" sofrer intolerância religiosa?

(Autor: Equipe Dossiê Espírita)
O "espiritismo" brasileiro, em crise, adotou uma estratégia insólita. Depois de décadas tentando se livrar das confusões com o umbandismo, a doutrina que deturpou o legado de Allan Kardec em prol de um sub-catolicismo de moldes medievais agora mudou de ideia e passou a gostar da confusão com as religiões afro-brasileiras devido às circunstâncias infelizes por estas sofridas.
Hoje a imprensa sensacionalista, considerada de baixíssima qualidade e que normalmente subestima a inteligência de seu público (que, apesar de sua baixa escolaridade, não é burro e deveria ser tratado com mais respeito pela mídia "popular"), anda creditando como "centros espíritas" os terreiros de umbanda e candomblé que estão sendo vítimas de ataques de intolerância religiosa, sobretudo de parte de seitas neopentecostais, que não aceitam conviver junto a essas expressões religiosas.
O que se vê, depois da retomada ultraconservadora no Brasil, após a q…

"Espiritismo" brasileiro não sofre qualquer tipo de intolerância

(Autor: Kardec McGuiver)
Foi noticiado que o busto que decora o túmulo de Chico Xavier em Uberaba foi atacado por um ato de vandalismo. Admiradores do suposto médium classificam o ato como "intolerância religiosa". Mas fatos vão contra esta versão, o que pode sugerir que o ataque foi apenas mero vandalismo contra uma figura popular na cidade.
O "Espiritismo" brasileiro nas últimas décadas, nunca deu sinais de que foi vitima de intolerância. A intolerância só ocorreu quando a seita espiritualista de linha cristã era confundida com religiões afro-brasileiras que tinham que se declarar "espíritas" para fugir de possíveis punições, já que não eram legalizadas como religiões.
Na verdade a intolerância religiosa é uma intolerância étnica. As religiões afro-brasileiras sofriam preconceito por causa de suas lideranças e maior parte de seguidores que são negros. O mesmo ocorre com o Islamismo, pois os árabes, confundidos erroneamente com terroristas, são outro gr…

Ataque a busto de Chico Xavier não foi intolerância religiosa. Foi vandalismo comum

(Autor: Equipe Dossiê Espírita)

O filho adotivo de Francisco Cândido Xavier, Eurípedes Higino, acusou de "intolerância religiosa" o ato de vandalismo contra o busto do "médium", situado no seu mausoléu em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro, em Minas Gerais.
O busto sofreu um segundo ataque, dois anos depois do anterior, e o vidro foi quebrado com marcas de pancadas, ato ocorrido na manhã de ontem. Uma vendedora de flores telefonou para Eurípedes para comunicar a ocorrência.
"Desagradável. Isso foi maldade, vandalismo. Não acredito que iriam roubar, não. Imagine como a gente fica quando algo assim acontece. Mesmo que fosse um ser humano qualquer, já ficaríamos tristes; agora imagina sendo com o meu pai, Chico Xavier, que nunca mexeu com ninguém e é referência de caridade e bondade", disse Eurípedes, que cuida do mausoléu.
Ele acredita ter sido um ato de intolerância religiosa, algo que não procede. O "espiritismo" brasileiro é uma das relig…

"Espiritismo" é coisa de novela?

(Autor: Professor Caviar)
Pelo jeito, os brasileiros andam vendo novelas demais. O período de decadência social em que vivemos desde, pelo menos, maio de 2016, revela a liberação dos piores instintos da humanidade, desde a pretensa generosidade de arrivistas em busca de promoção pessoal até os preconceitos sociais abertamente defendidos por grupos conservadores extremistas.
Que o Brasil é uma concessão da Rede Globo, isso faz um enorme sentido. Mesmo pessoas que dizem não ir com a cara da famosa corporação da família Marinho acabam, de uma maneira ou de outra, assimilando os hábitos, crenças, saberes e até gírias trazidos pela programação da mais poderosa rede televisiva do país. 
Não são valores acima das mídias e das ideologias, mas produtos midiáticos e ideológicos que são inseridos no nosso inconsciente coletivo, fazendo como no hipnotismo mais habilidoso, em que o paciente é manipulado pelo hipnotizador sem que tenha a mínima noção de ter sido manipulado. Muitos tomam como "…

Rede Globo e a blindagem dos "médiuns espíritas"

(Autor: Professor Caviar)
Notemos uma coisa. Com Francisco Cândido Xavier morto e Divaldo Franco aposentado, a Rede Globo agora passa a blindar mais um "médium espírita", o goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus, terceira aposta para a corporação da família Marinho investir em idolatria religiosa de maneira informal.
Sabemos que o "espiritismo" tornou-se, na prática, um reles Catolicismo à paisana, distanciando-se dos ensinamentos originais trazidos pela Doutrina Espírita na França. O vínculo com o Espiritismo original é só uma formalidade, garantida pelas traduções malfeitas e igrejistas das obras do pedagogo francês Allan Kardec, seja pela FEB, IDE ou similares, mas na prática o que se vê no "espiritismo" brasileiro é tão somente a atualização, num contexto mais esotérico e sobrenatural, do velho e podre Catolicismo jesuíta medieval que vigorou no período do Brasil-colônia.
Não è à toa que o "espiritismo" brasileiro está em boa conta p…

"Espiritismo" brasileiro, caridade e a elite do atraso

(Autor: Kardec McGuiver)
Um fato que não é novo, mas é desconhecido da maioria das pessoas por ser algo pouco comentado e nada difundido nas grandes mídias é o de que as nossas elites e a classe média que a apoia tem mentalidade escravocrata e altamente preconceituosa em relação aos pobres. 
Mesmo de forma positiva, as elites tentam enxergar o pobre não como seu igual, mas como algo semelhante a um bichinho de estimação, cuja ajuda deve ser no máximo paliativa, nunca do mesmo nível das elites.
O professor Jessé Souza, um dos maiores intelectuais da atualidade, está lançando nesta semana um livro, A Elite do Atraso, que mostra com detalhes como se preservou a mentalidade escravocrata de nossas elites. Souza já havia falado no tema em várias de suas palestras e o livro serve como um detalhado documento de sua observação e análise. 
De fato, as elites, descendentes dos velhos senhores de engenho dos tempos feudais, receberam muito bem as lições de seus ancestrais e se empenham em transm…

Por que, mesmo deturpando, o "espiritismo" é visto como "honesto"?

(Autor: Professor Caviar)
O "espiritismo" soa como se tivesse feito um crime perfeito. Deturpou com muito gosto o legado de Allan Kardec, a ponto de ter cometido uma verdadeira deserção doutrinária em relação ao Espiritismo original, uma traição feita com muito prazer e consciência dos atos, a ponto de, sem o menor escrúpulo, reduzir o Espiritismo a uma reles atualização do Catolicismo jesuíta que vigorou no Brasil-colônia e tinha bases ideológicas medievais.
Apesar disso, e apesar do igrejismo abertamente defendido pelas instituições "espíritas" e seus "médiuns" - moldados à maneira dos sacerdotes medievais, só que sem o vestuário e as pompas católicos mais explícitos - , o "espiritismo" brasileiro é tido como uma religião acima de qualquer suspeita, tendo uma blindagem rigorosa da mídia, dos meios jurídicos e de outros atores sociais.
Os "médiuns" são promovidos como se fossem as pessoas mais meigas de toda a humanidade, eles que ne…

"Espiritismo": uma religião sado-masoquista?

(Autor: Professor Caviar)
Depois que vieram textos na Internet falando que o "espiritismo" brasileiro defende a Teologia do Sofrimento, algo que repercutiu até no fórum do Yahoo! Respostas, para não dizer nas próprias redes sociais, os "espíritas" passaram a, mais uma vez, dissimular, dizendo que "nunca defenderam o sofrimento em momento algum de sua trajetória".
Depois de cometerem o papelão de falarem até em "inimigo de si mesmo", em que até uma pseudopsicografia atribuída a Raul Seixas, usando o codinome Zílio, falava nessa infeliz ideia (que o roqueiro baiano nem de longe defenderia), os "espíritas" mudaram o tom do discurso, falando em "manter a esperança", "desejar com muita fé" e "ser o melhor amigo de si mesmo".
Mas isso não consegue esconder tantos valores de moral severa difundidos pelos "espíritas", que se contradizem o tempo todo e praticam roustanguismo sob a alegação de "respe…