Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2012

O que representa Chico Xavier para nós

(Autor: Profeta Gandalf)

O fanatismo em torno do mito Chico Xavier poupa seus admiradores mais exaltados de qualquer análise. Graças ao prestígio dado ao suposto líder, ficou difícil e até impossível analisar os erros visíveis nos trabalhos do médium mineiro, quase todos discordantes da doutrina codificada por Kardec.

Seus defensores, demonstrando falta de discernimento e a mais autêntica fé cega tipicamente católica, embora enrustida, seguem um padrão em seus comentários de defesa (interessante como pessoas que não costumam discernir, adoram padronizações...), do tipo "estão ofendendo o Chico", "ele é tão bondoso" (como se a bondade dele, obrigação de todo o ser humano, pudesse garantir a inclusão da sabedoria). São sempre os mesmos argumentos de defesa, com as mesmas palavras até, todos parecendo previamente ensaiados.

Agora vamos calar a boca desses defensores fanáticos, usando o discernimento. Sabe o que achamos de Chico Xavier? Uma pessoa bondosa, que fez muitos …

A Tartaruga Kardeciana e a Lebre Chiquista

(Autor: Profeta Mentalista)

Os que se dizem espíritas no Brasil acusam Kardec de estar ultrapassado, elegendo as obras de Chico Xavier como uma espécie de "atualização" da doutrina.
Só que acontece é que as obras de Xavier, são repletas de erros e ilusões, por causa da não preocupação em verificar o que era recebido através da mediunidade, já que os seus espíritos ditantes, do contrário das tradicionais crenças, não eram espíritos de alta confiabilidade.
Aí, imaginei a história de lebre e da tartaruga, tradicional fábula de autoria provável de Esopo. Como o movimento espírita brasileiro anda muito cheio de fábulas, nada melhor do que usar uma para tentar entender o que está acontecendo em nosso país. Mas vou contar de modo diferente da que foi conhecida mundialmente.
Eram dois seguidores do Espiritismo. A Tartaruga que seguia Kardec, não admitindo qualquer discordância daquilo que está na codificação e a Lebre que seguia Chico Xavier, achando que a doutrina deveria avançar, que …

O Emanuel da Codificação não é o Emmanuel de Chico Xavier

(Autor: Profeta Mentalista)

"Conhecereis a árvore pelos seus frutos", como sempre alertava Jesus. Para se perceber o valor de alguém, deve se observar suas atitudes e suas palavras. Mas nos movimento espírita brasileiro, a maioria dos fiéis não estão nem aí para isso. O prestígio dado (muitas vezes gratuitamente, sem motivo) já basta.
Para os brasileiros, os médiuns e os espíritos que os acompanham ganharam um prestígio gigantesco, mas não meritório. Sobretudo o padre português Manoel da Nóbrega, que adotou a alcunha de "Emmanuel" e que é considerado o "guia espiritual" de Chico Xavier (embora as suas atitudes demonstrassem traços de obsessão) e por isso um "espírito superior" quando na verdade nem perto disso estava.
Mas gozando de um prestígio imenso perante os seguidores brasileiros da doutrina, um motivo a mais foi embutido em sua imagem para aumentar ainda mais a sua influência perante os mais ingênuos admiradores do ainda mais ingênuo Chico X…

O Analfabetismo Doutrinário dos Espiritas

(Autor: Francisco Amado)
Eu já conheço “a verdade”, pra que perder tempo com “a mentira”?
O que travou a evolução do pensamento filosófico e científico por quase mil anos na história da humanidade foi esta falácia.
Exatamente o tipo de pensamento que tem estagnado o desenvolvimento da doutrina espirita em bases racionais.
Se na Idade Média, o pensamento filosófico estava escravizado pela tutoria da Igreja Católica hoje o espiritismo esta escravizado pelo que dita Chico Xavier e suas fantasias mediúnicas.
A maioria descarta um aprofundamento nos estudos da base doutrinaria, porque para estes “a verdade” já foi revelada através das obras de André Luiz que do alto da sua sabedoria conta como funciona o plano espiritual.
Ora, se o espirita já esta de posse da verdade, que lhe foi revelada diretamente do nosso lar, por que perder tempo filosofando?
Mas é preciso levar em conta algo que é não é avaliado no Movimento Espírita Brasileiro, que se gaba de ser aquele que mais lê que mais compra livro e…

Voltar atrás, sim; Com o erro não há compromisso

(Autor: Sérgio Aleixo)
Afinal, onde se esconderia o suposto verdadeiro Emmanuel? Dizem alguns que nada é culpa dele. Sua principal editora lhe haveria deturpado as obras, os problemas que não se devem ao rustenismo da F.E.B. seriam do médium Chico Xavier... E por aí vão as mais complexas teorias de conspiração.

O que sobra, portanto, de tão extraordinário, que estimule uma jornada por dezenas de suas obras, em meio aos mais absurdos desvios doutrinários ali presentes?[1] Será que vale a pena fazer tanto caso do que esse espírito “tentou ditar”? Um Espírito Superior viria à Terra em missão e ficaria assim, prisioneiro de um médium omisso, que não lhe teria defendido os ditados e que, noutros casos, haveria interferido tanto a ponto de deturpá-los diametralmente?
Não é uma temeridade insistir na citação de seus supostos acertos? Que acertos? As infindáveis lições de moral? Moral essa o tempo todo contrarreformista, inimiga da crítica, palavra que ele, pela F.E.B. ou por outras editoras,…

Raul Teixeira garante:Chico Xavier nunca foi Allan Kardec

(Texto introdutório: Profeta Mentalista)

Tenho ótima intuição. Nunca acreditei que Chico Xavier pudesse ser a reencarnação de Allan Kardec. As características da personalidade de um não condiz com a do outro. Traços de personalidade aparecem em reencarnações diferentes, pois mais apagada que esteja a memória.
Se essa suposição frequentemente defendida por espíritas iniciantes fosse verdade, o rol de bobagens inseridas na doutrina se agravaria, transformando aquilo que foi definido por Herculano Pires como seita de papalvos (ingênuos) em uma verdadeira insanidade mental coletiva.

A absurda crença de que Chico era Kardec se deu por três motivos:

- Primeiro por orgulho pseudo-patriota: as pessoas acharam maravilhoso que Kardec tivesse "escolhido" o Brasil para reencarnar, acreditando serem os brasileiros o novo "povo escolhido". Uma bobagem que só serve para amaciar os egos de espiritas fanáticos.

- Segundo, pelo fato de muitos defensores desta tese serem espiritas inician…