Postagens

"Espiritismo": uma religião sado-masoquista?

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Depois que vieram textos na Internet falando que o "espiritismo" brasileiro defende a Teologia do Sofrimento, algo que repercutiu até no fórum do Yahoo! Respostas, para não dizer nas próprias redes sociais, os "espíritas" passaram a, mais uma vez, dissimular, dizendo que "nunca defenderam o sofrimento em momento algum de sua trajetória".
Depois de cometerem o papelão de falarem até em "inimigo de si mesmo", em que até uma pseudopsicografia atribuída a Raul Seixas, usando o codinome Zílio, falava nessa infeliz ideia (que o roqueiro baiano nem de longe defenderia), os "espíritas" mudaram o tom do discurso, falando em "manter a esperança", "desejar com muita fé" e "ser o melhor amigo de si mesmo".
Mas isso não consegue esconder tantos valores de moral severa difundidos pelos "espíritas", que se contradizem o tempo todo e praticam roustanguismo sob a alegação de "respe…

Humberto de Campos Filho: vítima de assédio religioso?

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
A sordidez humana tem de suas sutilezas e, no Brasil, muitas delas são novidade para muitos cidadãos. As paixões religiosas, que atrofiam a razão e transformam a devoção da fé num perigoso sentimento, como se a idolatria religiosa fosse tomada de sensualismo e morbidez, além de um estranho e sombrio fanatismo, fazem com que certas armadilhas fossem difíceis de serem identificadas, investigadas e combatidas.
O caso do filho de Humberto de Campos, o produtor de TV Humberto de Campos Filho, que foi seduzido por Francisco Cândido Xavier numa "emboscada do bem" que foi o convite para uma doutrinária no Grupo Espírita da Prece, em Uberaba, e uma ostensiva caravana pelas áreas pobres do município, em 1957, revela que o rapaz foi vítima de um perigoso assédio religioso.
Quem estuda as técnicas de manipulação da mente sabe que há processos muito sutis que passam despercebidos para muitos usuários. O "bombardeio de amor", em inglês love bombing, é …

Livros originais de Humberto de Campos estão estranhamente fora de catálogo

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Um aspecto muitíssimo estranho acontece no mercado literário. Os livros que o escritor Humberto de Campos havia escrito em vida, entre publicações de seu tempo e alguns títulos póstumos, estão praticamente fora de catálogo, com acesso relativamente dificultado nas livrarias brasileiras.
A última vez que a obra completa de Humberto foi lançada foi em 2014, por ocasião dos 80 anos de sua morte, e mesmo assim foi um grande volume reunindo todos os seus trabalhos - incluindo o polêmico Diário Secreto, publicação póstuma de textos que ridicularizavam personalidades da época do autor maranhense - , o que resultava num título muitíssimo caro e pouco acessível, devido à sua baixa tiragem. Hoje até essa coleção está fora de catálogo.
Embora o acervo de Humberto seja relativamente acessível através de sebos ou bibliotecas, nem todos os títulos lançados por ele são fáceis de serem encontrados, o que faz com que o leitor menos iniciado, não habituado a garimpar obras ra…

A atitude de Chico Xavier diante do ocaso de Wantuil de Freitas

Imagem
(Autor: Professor Caviar)
Devemos analisar os bastidores do "movimento espírita" nos tempos em que Antônio Wantuil de Freitas, o centralizador e igrejeiro presidente da FEB, começava a sair de cena, paralelo ao escândalo causado pelo episódio da farsante Otília Diogo.
Era o final da década de 1960, época em que várias crises atingiram o "espiritismo" brasileiro, um preço muito caro pago pela deturpação. Da suspeita de queima de arquivo em relação à morte do sobrinho de Francisco Cândido Xavier, Amauri Xavier, ao rompimento de Waldo Vieira com o seu antigo ídolo e parceiro, o "espiritismo" era alvo de incidentes graves resultantes de suas próprias escolhas.
Sabe-se que, em 1958, Amauri Xavier ameaçou denunciar o tio e revelar os bastidores do "movimento espírita", o que derrubaria um mercado literário alimentado por pretensas psicografias. Chico Xavier era protegido de Wantuil de Freitas, presidente da FEB e descobridor do "médium". Wa…

Madre Teresa e o Assistencialismo

Imagem
(Autor: Equipe Dossiê Espírita)
Há vinte anos, Madre Teresa de Calcutá faleceu, aos 87 anos de idade. Nascida no mesmo ano que Francisco Cândido Xavier, Madre Teresa é um nome do Catolicismo adotado pelos "espíritas", o que diz muito sobre o caráter conservador do "espiritismo" brasileiro, que acolhe esta que é um dos ícones da Teologia do Sofrimento, corrente medieval do Catolicismo.
O próprio mito de Madre Teresa de Calcutá, construído pelo discurso engenhoso e emocionalmente apelativo do jornalista católico inglês Malcolm Muggeridge, inspirou no Brasil a reinvenção do mito de Chico Xavier, sem os apelos pitorescos do antigo tutor do "médium", o presidente da FEB Antônio Wantuil de Freitas, mas com a narrativa de novela tomada emprestada da Rede Globo, que fez o papel de "Muggeridge" da ocasião.
A ideia é sempre criar um paradigma de "caridade" e "bondade" que cause mais deslumbramento do que resultados concretos. No que s…

Vídeo: Em tempos de fake news, "espiritismo" tenta reabilitar falso Humberto de Campos

Imagem
Mesmo depois da Internet confirmar irregularidades na obra espiritual atribuída a Humberto de Campos, revista insiste em reabilitar essa obra comprovadamente fake, que apresenta irregularidades de estilo muito grosseiras.

Vídeo: Espíritos que guiaram Chico Xavier e Divaldo Franco são inferiores

Imagem
Com base em O Livro dos Médiuns, de Allan Kardec, análise sobre os espíritos mentores dos supostos médiuns traz revelação que não agrada os seguidores do "espiritismo" brasileiro.